http://sdtibm.cv/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/1483511.jpg http://sdtibm.cv/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/5328002.jpg http://sdtibm.cv/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/9543243.jpg http://sdtibm.cv/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/2672794.jpg http://sdtibm.cv/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/5706125.jpg http://sdtibm.cv/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/5637346.jpg http://sdtibm.cv/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/6213337.jpg http://sdtibm.cv/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/6028008.jpg http://sdtibm.cv/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/9125619.jpg
Home SDTIBM Eventos Primeira apresentação pública das oportunidades de investimento nas Ilhas de Boa Vista e Maio
Português (Brasil)English (United Kingdom)
Primeira apresentação pública das oportunidades de investimento nas Ilhas de Boa Vista e Maio
Qui, 28 de Outubro de 2010 18:43   

Apresentações:

CI  - Dra. Leida Santos
ELECTRA -  Engº Antão Fortes
ENAPOR – Engº Franklin Spencer
SDTIBM – Engº Alexandre Monteiro
SDTIBM – Dr. José Carvalho
SDTIBM – Dr. João Serra
SDTIBM – Dr. Nadir Frederico
SDTIBM  - Dr. Valentim Pinto

 

Galeria de imagens

 Por ocasião da primeira apresentação pública das oportunidades de investimento ocorrida na Ilha da Boa Vista, a 15 de Outubro 2009, em que estiveram presentes mais de 130 convidados, de 7 países diferentes, deu-se a conhecer aos investidores as áreas turísticas da Boa Vista e do Maio já ordenadas, as diferentes infra-estruturas previstas, bem como os investimentos públicos e privados a serem efectuados a curto, médio e longo prazos.

Para além da Sociedade de Desenvolvimento Turístico das Ilhas de Boa Vista e Maio (SDTIBM) e da Cabo Verde Investimentos, participaram a ASA, a ENAPOR e a ELECTRA que apresentaram as perspectivas de investimento a nível dos aeroportos, portos e produção de energia e água respectivamente.

As Câmaras Municipais da Boa Vista e do Maio também informaram aos investidores sobre as intervenções e projectos previstos para os respectivos municípios.

Relativamente aos investimentos públicos, ficou-se a saber dos projectos de expansão do aeroporto e do porto da Boa Vista, bem como da construção duma estrada asfaltada com mais de 17 kms de extensão e respectivas derivações que ligam Sal-Rei a todas as Zonas de Desenvolvimento Turístico Integral da Boa Vista e aos ramais de acesso aos diferentes povoados desta Ilha.

O Sr. Ministro de Estado, Infraestruturas, Transportes e Telecomunicações anunciou a construção de um aeroporto internacional para a ilha do Maio, logo que projectos turísticos em carteira o justifiquem. O Plano Director desse aeroporto está concluído e
foi encomendado pela ASA e pela SDTIBM.

Segundo o PCA da ENAPOR, o Plano Director do porto do Maio está a ser elaborado, após o que seguirá a decisão sobre a expansão do actual porto ou construção de um novo porto.

O Governo está aberto ao envolvimento de empresas privadas no financiamento e exploração das referidas infra-estruturas aeroportuárias e portuárias.

À semelhança da Boa Vista, a Ilha do Maio será dotada de uma via asfaltada que ligará a Vila do Porto Inglês às três Zonas de Desenvolvimento Turístico Integral ali existentes. Os investimentos públicos para as duas ilhas, a serem executados por empresas privadas, elevam-se a mais de 175 milhões de euros.

Outra área de negócio que a SDTIBM deu a conhecer aos investidores diz respeito à infra-estruturação das diferentes zonas turísticas, em relação à qual manifestou interesse em obter parcerias de privados. Os investimentos estimados nesta área ultrapassam 170 milhões de euros.

Foram exibidos, em relação a cada uma das zonas turísticas, o modelo de desenvolvimento projectado, as áreas de protecção ambiental, as áreas disponíveis e negociáveis para implantação de empreendimentos turísticos e turístico-imobiliários, a qualidade dos empreendimentos e o nicho do mercado exigidos.

Na Boa Vista estão disponíveis 2.368 hectares de terreno para desenvolvimento turístico e no Maio 1.749 hectares, os quais, ao serem disponibilizados aos investidores finais, terão todas as infra-estruturas necessárias, designadamente, vias de acesso, redes de abastecimento de energia e água, rede de saneamento, rede de telecomunicações e estruturas de recolha de resíduos sólidos. Os investimentos na construção dos referidos empreendimentos, oportunidades que também se apresentam às empresas privadas, remontam cerca de 5 mil milhões de euros.

Paralelamente ao desenvolvimento turístico e à construção das infra-estruturas, há que criar condições para uma boa integração das populações residentes. É preciso apoiar as iniciativas locais geradoras de rendimento, fomentar a formação profissional, construir residências condignas para fixar a mão-de-obra, bem como infra-estruturas sociais, nomeadamente escolas. Neste contexto, a SDTIBM apresentou o seu fundo privado, FESBEM (Fundo Económico e Social da Boa Vista e Maio), que irá apoiar iniciativas facilitadoras da integração social. Este fundo será financiado pela SDTIBM e conta com doações de outras instituições, públicas ou privadas, particularmente investidores.

Durante o evento, expôs-se a necessidade de residências, para Boa Vista e Maio, ao longo dos próximos 30 a 40 anos, estimadas em mais de 340 milhões de euros e foi solicitada a participação de empresas na construção de habitações a custos controlados, com vista a satisfazer a inevitável procura, que será induzida pelo desenvolvimento turístico e consequente crescimento populacional.
 
 

Contactos

Tel:  +238 251 9200

Fax: +238 251 1615

info@sdtibm.cv

Comunicações SDTIBM