http://sdtibm.cv/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/1483511.jpg http://sdtibm.cv/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/5328002.jpg http://sdtibm.cv/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/9543243.jpg http://sdtibm.cv/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/2672794.jpg http://sdtibm.cv/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/5706125.jpg http://sdtibm.cv/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/5637346.jpg http://sdtibm.cv/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/6213337.jpg http://sdtibm.cv/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/6028008.jpg http://sdtibm.cv/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/9125619.jpg
Home
Português (Brasil)English (United Kingdom)
Empresários pedem coerência nas medidas sobre turismo
 Mindelo Meeting Point serviu, essencialmente, para recuperar velhos projectos e renovar promessas antigas.
 
Os empresários do Norte do país querem “uma única linha de orientação” em matéria de turismo. O apelo foi feito pelo presidente da Câmara de Comércio do Barlavento (CCB), durante a primeira edição do Mindelo Meeting Point (MMP), que decorreu na última semana.
 
Para Belarmino Lucas, São Vicente, Santo Antão e São Nicolau oferecem condições ideais para a combinação de diferentes tipos de oferta turística, do tradicional sol e praia, ao turismo de montanha, sem esquecer propostas mais culturais. Contudo, o responsável associativo defende que o aproveitamento do potencial da região depende da criação de um ambiente de negócios mais favorável e coerente.
“É imprescindível que todas as instituições do governo e da administração pública estejam alinhadas com esse objectivo e que todas as medidas que de alguma forma o influenciem sejam coordenadas, orientadas e socializadas com os stakeholders”, assinalou o presidente da CCB durante o encontro empresarial, promovido pelo governo.
 
“Os investidores precisam de ter a garantia de que existe uma única linha de orientação em matéria de apoio a investimento no seio do governo, não podendo por isso haver lugar a situações em que sectores diferentes da administração, assumem posições antagónicas sobre a mesma matéria”, acrescentou.
 
Convencido do potencial turístico das três ilhas mais a norte, o presidente da Câmara de Turismo de Cabo Verde (CTCV) defende que na região podem ser desenvolvidos projectos de “grande qualidade, propiciadores dos desenvolvimentos humano e económico e com capacidade para ajudar a resolver alguns dos problemas estruturantes” do país, nomeadamente o desemprego.
 
Gualberto do Rosário garante que o MMP veio para ficar e que não é apenas um evento isolado, mas parte de uma estratégia de desenvolvimento turístico na qual a CTCV está empenhada. “Queremos dar um sinal externo, efectivo, da mobilização das nossas energias neste processo”, garantiu na abertura do evento.
 
Turismo de qualidade
O Mindelo Meeting Point juntou, em São Vicente, empresários, decisores públicos e potenciais investidores. Durante três dias, entre 7 e 9 de Maio, apresentaram-se ideias – na maior parte dos casos, já com alguns anos – e discutiram-se estratégias – aqui, também, sem novidades substanciais.
 
Para a ministra do Turismo, Investimentos e Desenvolvimento Empresarial, o MMP é um ponto importante no processo de afirmação do norte do arquipélago como uma região turística de qualidade, com ganhos para todo o país.
 
“O turismo, pela sua própria natureza transversal, consegue produzir efeitos altamente benéficos e consegue arrastar todos os sectores da economia, com efeitos multiplicadores que podem tocar a todos”, destacou a governante no discurso de abertura.
 
A primeira edição do Meeting Point foi uma organização do governo, em parceria com as câmaras de Turismo de Cabo Verde e de Comércio do Barlavento, a par da autarquia de São Vicente. Além das sessões de trabalho no Mindelo, o encontro incluiu, sábado, um passeio à ilha de Santo Antão.
 
Câmara de Turismo vai certificar empresas do Norte
O presidente da Câmara de Turismo de Cabo Verde anunciou o alargamento do projecto de certificação turística às ilhas de São Vicente, Santo Antão e São Nicolau. Gualberto do Rosário falava durante o Mindelo Meeting Point, na semana passada, em São Vicente.
 
“Vamos entrar com o programa muito brevemente. Temos um acordo com o Instituto de Gestão da Qualidade. É na base desse protocolo que já estamos a certificar no Sal vinte restaurantes”, explicou.
 
As empresas do sector turístico que se queiram associar, serão submetidas a um processo de avaliação, ficando obrigadas a cumprir um conjunto de critérios de qualidade. O cumprimento das normas garantirá a atribuição de um certificado ISO.
 
 
Fonte: Expresso das Ilhas 
 

Contactos

Tel:  +238 251 9200

Fax: +238 251 1615

info@sdtibm.cv

Comunicações SDTIBM