http://sdtibm.cv/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/1483511.jpg http://sdtibm.cv/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/5328002.jpg http://sdtibm.cv/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/9543243.jpg http://sdtibm.cv/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/2672794.jpg http://sdtibm.cv/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/5706125.jpg http://sdtibm.cv/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/5637346.jpg http://sdtibm.cv/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/6213337.jpg http://sdtibm.cv/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/6028008.jpg http://sdtibm.cv/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/9125619.jpg
Home
Português (Brasil)English (United Kingdom)
Governo garante que novo Porto do Maio é a prioridade de todas as infra-estruturas
Qua, 22 de Maio de 2013 14:56   

Governo garante que novo Porto do Maio é a prioridade de todas as infra-estruturas
A ministra das Infraestruturas e Economia Marítima afirmou que o novo porto do Maio é a prioridade de todas as infra-estruturas no país e que o Governo está em negociações com o Banco Africado de Desenvolvimento (BAD) para o financiamento da obra.

Sara Lopes, que falava à Inforpress, em Sal-Rei, à margem da visita de um dia que efectua à Boa Vista, disse que o projecto do novo porto do Maio está a ser apresentado como a primeira “prioridade de todas as infra-estruturas por financiar neste momento em Cabo Verde”.
 
A ministra indicou que o Governo está a apresentar este projecto a “toda a gente”, e está “muito convencido”, pelo diálogo que se está a ter com o BAD, que será possível acomodar o projecto “no bordo de 2014” .
 
“Os maienses têm toda a razão quanto reclamam um novo porto”, reconheceu Sara Lopes mas garantiu que “o Governo está tão preocupado como os maienses”, e por isso está empenhado na procura de soluções.
 
“Já lançamos um concurso, fizemos uma “short list”, e não apareceu nenhum armador interessado”, lamentou, afirmando que, “entretanto, foi alargado o prazo”.
 
“O Governo está a estudar soluções de parceria com privados interessados, em que através da Enapor, Ministério das Infraestruturas, e de investimento privado, seja possível fazer algum investimento e converter esse porto, num porto de recreio, para exploração privada”, disse.
 
Alertou no entanto, que este investimento, “nunca poderá traduzir a estrutura num porto rentável”.
 
Quanto à infra-estrutura aeroportuária, a ministra sublinhou que, “de momento, não há investimentos turísticos no Maio que justifiquem a expansão” da estrutura existente, anotando que “as infra-estruturas estão lá e mal aproveitadas até”.
 
Sara Lopes reconheceu que um voo semanal para a ilha do Maio “é pouco” mas, segundo ela, é preciso maior fluxo de passageiros e de carga, “para que possa haver mais voos”.
 
“Acabamos de aprovar uma carta de política de transportes”, o que de acordo com a ministra demonstra “a preocupação do Governo em ter um sistema de transporte inter-modal, mais eficiente e regular”.
 
Fonte: Inforpress

 

 

Contactos

Tel:  +238 251 9200

Fax: +238 251 1615

info@sdtibm.cv

Comunicações SDTIBM